Cintya e Vinicius

8 de Julho de 2011 § 1 Comentário


Para começar nossa sessão de Noivas Reais, vou falar um pouco sobre o dia do meu casamento. Diferente de muitas noivas, posso dizer que não fiquei muito (eu disse não muito) nervosa. Mas estava muito ansiosa para saber como estava tudo. Como meu casamento foi resolvido quase todo a distância, eu ainda estava bem apreensiva para saber se tudo iria sair como o planejado. Saímos de casa direto para o salão da festa, como uma boa noiva perfeccionista eu senti que precisava ir até lá para ver se estava tudo perfeito. E foi bom, saí mais leve de lá… só esperando tudo acontecer. Fui para o salão, fiz a maquiagem que eu mais gostei e optei por um cabelo bem tradicional. O meu vestido era maravilhoso, bem rodado como eu queria, com barbatanas que davam um ar de antigo, duas flores no cabelo um véu bem cheio. Meu buquê era super tradicional, de rosas brancas com pérolas no centro. Usei um terço de cristal junto com ele. Do salão, seguimos direto para a igreja em uma BMW liiiinda (descobrimos que alguém da família tinha uma, então foi uma coisa a menos no orçamento, fica a dica). Ainda fiquei quase meia hora na rua ao lado esperando o casamento anterior acabar, o que me deixou um pouco mais agitada. Fomos pra porta da igreja. Pude ouvir a música de entrada do meu noivo e sentir que estava chegando a hora. Desci do carro e eu e meu pai paramos na porta da igreja. Como era de vidro, de lá já dava pra ver que a igreja estava cheia, os padrinhos em seus lugares e meu noivo me esperando no altar. E agora dá um nó na garganta só de lembrar da sensação de entrar na igreja e ver o homem da minha vida me esperando no altar. Ali não me importava mais nada, se havia flores (só vi a decoração da igreja nas fotos), se estava tudo perfeito, a única coisa que importava é que ele estava lá e estávamos realizando um sonho que foi cultivado com muito carinho. Depois do nervosismo do “sim”, de falar na frente de todo mundo, éramos finalmente um só, casados, agora diante de Deus. Como meu esposo é militar, na nossa saída da igreja, além de chuva de pétalas ocorreu também o “teto de aço” com os outros militares. Depois da igreja fomos fazer algumas fotos e depois fomos pra festa. O ambiente à noite ficou ainda mais bonito e essa era hora só de comemorar e cumprimentar as pessoas. Dançamos nossa valsa, digo, nossa valsa/forró/valsa. Joguei meu buquê, meu esposo jogou uma garrafa de whisky para os homens e depois do jantar a festa de verdade começou. Ficamos lá ate às 5h da manhã. E não ficamos mais porque tínhamos que estar decentes para fazer o trash the dress no outro dia. E essa é a nossa história. Foi o casamento dos nossos sonhos, o melhor dentro das nossas possibilidades e acho que isso é o que realmente importa.

Tagged: , , , ,

§ One Response to Cintya e Vinicius

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Cintya e Vinicius at Casa Casar.

meta

%d bloggers like this: